Repovoando a dungeon

Uma coisa que tenho pensado bastante é com relação ao quê acontece com a dungeon quando os aventureiros estão fora dela. Ora, a dungeon é um habitat como qualquer outro, então é natural que ela continue “viva” nesse meio tempo.

Praticamente todas as megadungeons que têm por aí apresentam uma tabela básica de repovoamento, que pode ser rolada tanto em salas que o grupo já visitou quanto em salas que o grupo ainda não visitou, sempre a critério do mestre, claro.

1d%

1-60 – sem alteração

51-60 – monstros iguais à situação original, mas sem tesouro

61-70 – monstros iguais à situação original, mas com tesouro

71-80 – sinais de que outros aventureiros estiveram ali (pegadas, tochas usadas, armas quebradas).

81-85 – 1d4 aventureiros mortos. Se a sala tiver uma armadilha, seus corpos podem indicar a natureza desta. Se não, a morte deles pode ser atribuída aos monstros em salas próximas.

86-90 – igual a 66-70, mas o monstro também morreu no combate.

91-95 – os monstros da sala estão mortos e seu tesouro foi pilhado.

96-100 – um grupo rival está na sala. Se essa sala era ocupada por monstros, 50% de eles estarem mortos e sendo pilhados, do contrário, estarão no meio do combate.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s