Ptolus: sessões 4 e 5

11 de Março de 2009 11:16

A terceira sessão marcou a entrada de um novo personagem no grupo: o anão Ulfar, jogado pelo Alex. Ulfar estava viajando de navio até uma cidade costeira próxima de Ptolus, porém uma tempestade acabou destruindo sua embarcação, obrigando-o a ancorar na cidade sob a espira. Lá conheceu Jevica Norr, que lhe apontou Ulrik e Dean como prováveis aventureiros que precisariam de um bom ladrão.

Após uma breve conversa, Ulfar foi integrado ao grupo e então rumaram para o Undercity Market para tentar conseguir informações sobre os Shuul. Lá eles encontraram um contato que conhecia um contato que tinha um amigo que conhecia um Shuul e que estaria disposto a conversar com eles em um local público – a taverna Ghostly Minstrel. Por uma quantia em ouro, claro.

No Ghostly Minstrel Ulrik e Dean foram conversar com o suposto Shuul enquanto Ulfar ficava observando os arredores. Nisso, o anão percebeu que um grupo de pessoas correu para fora da Delver’s Square durante a reunião, prontamente avisando Dean e Ulrik. Após encerrarem abruptamente a conversa com o Shuul, os três aventureiros rumaram até o apartamento de Dean, que havia sido invadido pelos homens que observavam a reunião. Durante a luta, um dos ladrões tentou fugir com o tomo com magias Chaositech, mas foi morto por Dean. Ele portava uma estranha chave com a cabeça no formato de um rato.

Dean achou a chave intrigante e resolveu estudá-la. Descobriu que se tratava de um artefato menor, a Chave de Abhoth, que, mediante um pequeno sacrifício ao Galchutt, abriria qualquer fechadura. Neste ponto, os aventureiros descobriram o terceiro vértice do triângulo de seus oponentes: os Sorn, os Shuul e agora os cultistas do caos.

Então, agora com o auxílio de Ulfar, o ladrão, retornaram ao templo do Deus Rato. Com facilidade, os aventureiros limparam o primeiro nível do templo, quando se depararam com uma estátua horrenda de um rato. Ao tocar na estátua, Ulfar ativou uma wall of force atrás deles, mantendo-os aprisionados na sala. Investigando a estátua, o anão ladrão descobriu uma fechadura, lhe restando experimentar a Chave de Abhoth. Após pagar o sacrifício em hit points, a estátua deslizou para o lado, revelando uma escadaria para o nível inferior do templo.

Lá se depararam com três esqueletos e uma criatura criada por chaositech, também undead. Após derrotarem esses oponentes, Ulfar, como bom scout (e com darkvision) foi à frente do grupo para descobrir o que lhes esperava adiante. Seguindo pelo túnel da dungeon, Ulfar se deparou com uma sala com duas portas com duas cabeças de demônio, uma sorridente e outra tristonha. A sorridente tinha uma safira em um dos olhos e no outro, um buraco vazio. A tristonha tinha um rubi em um dos olhos e no outro um buraco vazio igual à outra.

Pelo outro lado, Ulfar encontrou uma sala com um lago interno, junto com algumas criaturas. Já na última sala, o horror: três esqueletos e dois beholders! Sabiamente, os aventureiros deram preferência para as criaturas na outra sala. Após derrotá-las, perceberam que havia um túnel submerso que levaria a uma outra sala. Seguindo por ele, os aventureiros chegaram até uma sala iluminada com um grande baú cheio de ouro. Movidos pela ganância, pegaram todas as moedas de ouro, o que disparou uma armadilha que inundou a sala. Ulfar conseguiu sair com tranquilidade. Ulrik conseguiu se escapar no último momento, levando amarrado o afogado e perto da morte Dean.

Só lhes restando a última sala, os aventureiros resolveram investigar melhor os beholders. Ulfar havia se enganado, não eram beholders. Eram gas spores, plantas que muitas vezes confundem os aventureiros, pois são bastante semelhantes aos beholders. Após limparem a sala, encontram um baú com uma poção misteriosa, um pouco de ouro e uma safira.

De posse da gema, rumam em direção à sala das portas, colocando a pedra azul no olho vazio do demônio sorridente, ato que acabou por abrir a sua porta, revelando um corredor até uma sala com duas outras portas.

O que haverá por trás dessas portas? O que será que contém o frasco encontrado no baú dos falsos beholders?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s