Os bastidores do Old Dragon

26 de Outubro de 2009 21:36

O post de hoje vai ser meio diferente. Não vou fazer relato de campanha, não vou descrever um monstro esquecido, não vou falar mal da 4E.

Hoje vou falar dos bastidores do Old Dragon. O que foi cortado, os bate-bocas, as (péssimas) ideias que muitas vezes tínhamos e, acima de tudo, vou falar dos meus surtos caóticos que quase enlouqueceram o Antônio.

Infelizmente não poderei colocar aqui todas as ilustrações toscas que recebemos, ficaria chato.

Primeiro de tudo, vamos falar do nome Old Dragon. Teve uma época em que eu embestei que o jogo deveria ter um nome em português. Na verdade eu ainda acho isso, mas o nome acabou escapando ao nosso controle, quando vimos, estávamos discutindo o nome na lista e o pessoal falando Old Dragon no twitter.

Alguns dos nomes rejeitados:

Matar, Pilhar & Destruir

Velhos Dragões

Masmorras & Dragões

Como podem ver, Old Dragon acabou sendo a escolha mais acertada.

Um assunto que gerou uma longa discussão foi em relação ao anão. Ou melhor, à anã. Ninguém achou estranho o anão ser a única raça sem ter uma ilustração do representante feminino?

Pois é, isso aconteceu porque não conseguimos chegar a um consenso em relação ao fato óbvio de que as anãs têm barba! Eu não vou citar nomes aqui, mas o Daniel insistia em vetar a barba da anã! Tolkien chorou nesse dia, mesmo morto.

Vejam como era para ser a ilustração, tanto na versão überfodaoldschool da anã barbada quanto na versão preiboi4eviadinho dela sem barba:

Faça-me o favor, né? Barba na anã JÁ, até porque, como o Antônio falou na lista, a anã, mesmo com barba fica feminina, especialmente porque ela se parece com o George Michael:

Mas tudo bem, isso faz parte da vida.

É claro, tivemos coisas muito legais na lista, como a participação dos ilustradores gringos (o Steve está na versão fast-play-test, mas os outros só vão aparecer na versão full, mas já adianto: vocês verão as melhores ilustrações de afastar mortos-vivos e desarmar armadilhas de todos os tempos) e as discussões sobre o futuro, como as subclasses.

Ficou curioso em relação às sublcasses, né?

É, eu imaginei.

Essa é uma ideia que está em fase de amadurecimento, digamos assim. Basicamente é sobre uma customização que o personagem poderá ter a partir de determinado nível. Por exemplo, um homem de armas caótico pode se tornar um bárbaro e ter um tchã especial.

São coisas bem simples, mas que vão dar um toque muito legal ao jogo.

Prometo mantê-los informados!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s