Lady of Pain

13 de Agosto de 2009 12:12

Dentre os tantos personagens lendários do D&D, a Lady of Pain, senhora de Sigil, é a mais misteriosa. Ninguém fala seu nome em voz alta por medo de acabar chamando a sua atenção.

É interessante notar que ela é a senhora de Sigil, porém ela pouco age na cidade. Ela não participa do Hall of Speakers (por motivos óbvios), ela não faz com que as leis sejam cumpridas nem nada do tipo. Para a Lady, a segurança dos habitantes da cidade não significa nada. Para ela, o que importa é a segurança da cidade em si, afinal de contas, Sigil é a cidade dos portais, é onde todo o multiverso se encontra.

Ela nunca fala, porém sua vontade é obedecida sem precisar de uma palavra sequer. O segredo por trás do silêncio moral da Lady of Pain é um mistério. Ninguém sabe. Seus servidores, os dabus, também não emitem sons, mas suas imagens falam por si. A estranha simbiose entre os dabus e a Lady já foi alvo dos grandes pensadores, mas poucos ousam ir além e sugerir que talvez a Lady seja um dos dabus, talvez a sua rainha, ou talvez sua deusa. Apesar de não haver provas disso, é perfeitamente plausível.

A Lady of Pain é quem mantém os deuses afastados de Sigil. Ela é a protetora da cidade, é ela quem bloqueia as suas portas para aqueles que querem tomar o que é dela, afinal de contas, não são poucos os poderes do multiverso que gostariam de dominar Sigil e contrlar suas portas. Os poderes bons sequer tentariam, pois sabem a guerra que isso acarretaria. Os poderes neutros se mantêm de fora, pois sabem que o domínio de Sigil por um poder acarretaria na quebra da harmonia.

Já os poderes advindos dos Lower Planes pensam de forma diferente. Para eles pouco importa a harmonia imaginária ou quem pode vir a se ferir com uma eventual guerra.

É claro que o simples motivo da Lady of Pain bloquear as portas da cidade não faz com que os demônios desistam de tentar tomar Sigil, mesmo que de forma indireta, através de seguidores, agentes e espiões. Uma eventual derrota da Lady of Pain fará com que o Pandemonium inteiro desabe sobre a cidade.

A principal forma de defesa utilizada pela Lady of Pain são os Labirintos. Esses Labirintos são como pequenos universos, só que infinitos e totalmente distorcidos, para que não exista chance de escapatória. Entretanto, sempre existe uma saída, e aqueles no Labirinto sabem disso. Talvez essa saída só esteja lá para enlouquecer aqueles que vagam perdidos nos seus corredores infinitos. Cada Labirinto é único, jamais duas pessoas estarão em um ao mesmo tempo. Se a Lady perde a paciência com alguém na cidade ou o vê como uma ameaça em potencial, esse alguém simplesmente desaparece e é lançado em um Labirinto.

Uma vez, um poder emergente chamado Aoskar, um deus que representava viagens, fortuna, oportunidade e portais, acabou se tornando mais respeitado que a Lady of Pain, pois ele era de fato o mestre dos portais em todo o multiverso. A Lady não se importou muito com isso, até que um dabus ousou vestir os robes de Aoskar como seu clérigo. O Grande Templo de Aoskar explodiu em mil pedaços e tudo em um raio de seis quadras foi destruído pela fúria da Lady of Pain, incluindo Aoskar, impalado pelas lâminas que envolvem a cabeça da Lady of Pain. Foi a última vez que um poder adentrou em Sigil. Seus sacerdotes podem entrar e avatares são, no máximo, tolerados. Mas os poderes em si são sempre barrados.

Um fim semelhante teve Shekelor, um mago que quase teve sucesso na tentativa de derrotar a Lady of Pain. Isso tudo só mostra que aqueles que sonham em tentar derrubá-la deve se contentar com o que acontece nos sonhos, pois Sigil pertence à Lady of Pain. Aqueles que discordam podem tentar chamar a sua atenção nas vezes em que ela flana pela cidade. Esses tolos ousados descobrirão rapidamente o porquê dela se chamar Lady of Pain.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s