Empire of the Petal Throne

Quando comecei a pesquisar RPGs old school para ter ideias para o Old Dragon, me deparei com o clássico Empire of the Petal Throne, publicado pela TSR inc. em 1975.

De autoria do professor M.A.R. Barker, o jogo apresenta o mundo de Tékumel, um cenário extremamente denso, bem construído e bem desenvolvido, chegando ao ponto de ser digno de comparação com a Terra média de Tolkien e a Witchland e Demonland de Eddison. Porém, diferentemente dos outros dois, Tékumel foi concebido inicialmente para o RPG, desenvolvendo-se posteriormente em livros. Isso faz uma enorme diferença, pois, diferentemente dos mundos de Tolkien e de Eddison que, por sua história bem amarrada, são praticamente injogáveis, Tékumel foi feito para ser jogado.

O sistema foi construído usando como base o OD&D, mas é bem mais desenvolvido e, por isso, EPT é um jogo superior ao OD&D em quase todos os sentidos.

Diferentemente dos RPGs de fantasia padrão D&D, EPT apresenta uma miríade de influências bem distintas, saindo da Europa renascentista/medieval e adentrando a mitologia indiana, árabe, egípcia e mesoamericana. Essas influências tornam EPT um cenário único e extremamente original, sendo merecedor do grande clássico que se tornou com o passar dos anos.

Um grande jogo que acabou caindo no esquecimento com o passar dos anos, apesar de ter sido republicado durante a era d20.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s