Ptolus: sessão 3

Continuando na Cidade sob a Espira…

Após saírem gravemente feridos do atentado ao apartamento de Erin, os nossos heróis se recolhem ao apartamento de Dean para recuperação. No dia seguinte Dean deveria entregar para Gattara o resultado da pesquisa sobre os Galchutt e o ponto de encontro seria o apartamento de Erin, hoje arruinado.

Dean se dirige ao local de encontro mais cedo e, examinando os escombros, descobre que o apartamento de Erin tinha uma segunda passagem secreta, entre o seu prédio e o prédio ao lado, que levava até um alçapão no nível do solo (o apartamento de Erin era no segundo andar, sobre uma taverna). Determinado em investigar melhor mais tarde, Dean camufla o alçapão com alguns restos da construção destruída e, logo depois, é chamado por um gnomo que se apresenta como Zolthar, mensageiro de Gattara. Zolthar explica a Dean que Gattara o aguarda em uma taverna próxima dali (ela não queria ser vista negociando ao ar livre). Na taverna, Dean entrega o material à Gattara, que lhe paga a recompensa e mais: o contrata para dar continuidade ao trabalho de Erin em relação à pesquisa sobre os Galchutt.

Nessa negociação, Dean comenta que Gattara havia herdado a mansão de Erin em Noble’s Quarter, o que a surpreende bastante. Dean ainda comenta que talvez nessa mansão existam livros que possam ajudá-lo em sua pesquisa, e, por isso, Gattara se compromete a entregar a Dean uma cópia das chaves da mansão, uma vez que a reclame para si.

Após a negociação, Dean retorna para casa para se dedicar à confecção de scrolls pelo resto do dia.

No dia seguinte, pela manhã, ocorre finalmente o funeral de Erin, na Necrópolis, conduzido pelo Irmão Fabitor. Nele compareceram Dean, Ulrik, Zolthar (representando os Vladaam) e Jevicca Nor (representando a Pirâmide Invertida).

Após o funeral, Ulrik, já recuperado de seus ferimentos, juntamente com Dean, se dirige ao alçapão descoberto no prédio de Erin no Guildsman District. Enquanto arrombava a forte fechadura que prendia o alçapão, Ulrik nota que estavam sendo observados por dois indivíduos. Ulrik e Dean fingem que não notaram os observadores e agem normalmente, abrindo o alçapão e entrando no local, porém deixando uma fresta aberta e observando de perto os perseguidores, que se aproximaram dos escombros e do alçapão.

Quando estavam próximos o suficiente, Ulrik os surpreendeu, levantando a tampa e segurando a perna de um deles, tentando, sem sucesso, puxá-lo para baixo. Nesse momento, o outro perseguidor sacou sua dragon pistol e apontou-a diretamente para a cabeça de Ulrik. Mas os deuses do destino estavam do lado do nobre paladino de Lothian, pois o pistoleiro rolou 1 na jogada de ataque.

Dean, precipitado, acaba matando os dois perseguidores (que possuíam marcas características dos Sorn) com seus mísseis mágicos. Depois de acabarem com os perseguidores, Dean e Ulrik descobrem no átrio em que chegaram, o corpo de um goblin que, diferentemente dos demais goblins da cidade, era bem vestido e aparentemente trabalhava para Erin, pois possuía consigo algumas chaves, inclusive a da porta que estava atrás de seu corpo. Após investigarem o cadáver do goblin, Ulrik deduziu que a criatura morrera sufocada por causa da fumaça causada pelo incêndio. Abrindo a porta, Dean e Ulrik se deparam com uma pequena sala com um portal.

Após identificar o funcionamento do portal, Dean o ativa e os aventureiros aparecem em uma sala bastante semelhante àquela em que estavam, porém em uma casa mais luxuosa: a mansão de Erin no Noble’s Quarter, bairro rico de Ptolus.

Investigando a mansão, os aventureiros encontram uma biblioteca secreta e empoeirada que continha cópias de praticamente todos os livros que se perderam no incêndio, além de uma cópia do grimório pessoal de Erin. Ulrik, investigando o quarto de Erin, descobre um cofre secreto, mas não o arromba.

Nesse meio tempo, Dean escuta o barulho de alguém entrando pela porta da mansão: é Zolthar, o mensageiro dos Vladaam, que se dirige a passos largos (para um gnomo, é claro) em direção à cozinha e lá começa a interrogar e a torturar alguém. Ao se aproximar, Dean se surpreende ao se deparar com o homem misterioso que escutara a conversa sobre os Sorn na Ghostly Minstrel amarrado a uma cadeira e apanhando do gnomo.

Após convencer Zolthar a deixá-los a sós com o prisioneiro, Dean e Ulrik descobrem que, além de forjar a relação dos Sorn com chaositech, Erin também havia roubado algo de um dos Shuul. Depois desse interrogatório, o prisioneiro, Milves, fala que havia sido atacado pelos lobisomens de Navanna Vladaam, irmã de Gattara, e que gostaria que o matassem para que ficasse livre da doença e do encalço dos Vladaam.

Porém Zolthar não tem interesse em deixar que Dean e Ulrik matem Milves, já que ele daria um ótimo escravo lupino para Navanna e, surpreende os aventureiros ao disparar dois tiros em Dean, deixando-o próximo à morte. Sem escolha, Ulrik usa de seus poderes divinos para destruir o gnomo maligno. Depois de libertarem Milves, Dean entrega a dragon pistol para que o Sorn infectado pudesse tirar sua própria vida.

Como medida de segurança, Dean e Ulrik desovam os cadáveres no Penhasco dos Desejos Perdidos, para que sirvam de alimento aos tubarões.

As cartas estão todas na mesa. Qual será a próxima jogada de Ulrik e Dean? Será que Gattara descobrirá que seu “aliado” Dean matou seu emissário Zolthar?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s