Vilões!

Faz tempo já que não falo sobre arquétipos aqui, né? Bom, depois de falar tanto sobre os caras com alinhamento */good, é hora de falar sobre os caras com alinhamento */evil!

Bem, conceitualmente falando, o vilão é um personagem maliciosamente cruel que está envolvido ou é adepto de condutas malignas ou criminosas.

Assim como o herói, o vilão também se divide em arquétipos:

Arquiinimigo: é o principal adversário do herói, também chamado de nêmesis. Os motivos que o tornam o principal adversário do herói variam: ele pode ser o inimigo mais poderoso do herói; ele pode ter alguma ligação com o passado do herói; pode ter causado um grande sofrimento, dor ou angústia ao herói; possui uma vendeta pessoal contra o herói; ou pode ser simplesmente o vilão mais recorrente. Exemplo: Darth Vader

Cientista louco: geralmente insano, o cientista louco está sempre envolvido com experimentos que envolvem “brincar de deus” e seus surtos megalomaníacos geralmente envolvem perigos em larga escala, seja envolvendo exércitos de mortos-vivos, seja envolvendo uma peste que assole um país inteiro. Exemplo: Herbert West

Femme fatale: é uma mulher insinuante e sedutora que encanta o herói, geralmente levando-o a cometer atos compremetedores, perigosos e, muitas vezes, mortais. A sua habilidade de encantar os homens é frequentemente ligada a um poder sobrenatural, semelhante a de uma feiticeira, vampira ou demônio (succubus). Exemplo: Lilith

Gêmeo mau: são fisicamente idênticos ou quase idênticos ao herói, porém moralmente opostos. Em termos de aparência, o traço clássico que distingue o Gêmeo mau do Gêmeo bom é que enquanto esse tem a face lisa e intacta, aquele possui um elemento característico, seja um cavanhaque, seja um tapa-olho ou uma cicatriz. Exemplo: o homem da máscara de ferro

Senhor do escuro: é um vilão praticamente onipotente em seus domínios, que busca a completa dominação mundial. Ele é muitas vezes descrito como uma força diabólica e pode, muitas vezes, ser mais um conceito do que uma personalidade. Além de possuir habilidades mágicas, o Senhor do escuro também controla grandes exércitos. Exemplo: Sauron

Vilão trágico: é o antagonista que não é essencialmente mau, mas é levado a praticar atos malignos por decepção, por não conseguir controlar seus sentimentos e, consequentemente, suas ações ou ainda por seguir um raciocínio lógico moralmente ambíguo. Exemplo: Gollum

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s