Mazes & Monsters

Navegando por aí atrás de netbooks, me deparei com um arquivo chamado Mazes and Monsters – Old anti-RPG Tom Hanks Movie.

Pensei “WTF??”

Baixei e assisti.

Mazes and Monsters é um filme de 1982 feito pra TV baseado num livro homônimo de uma mulher chamada Rona Jaffe.

A premissa do filme é a seguinte: esses carinhas aí do cartaz são jogadores de RPG. Uma noite, pra dar mais “clima” no jogo, resolvem jogar a caráter em uma mina abandonada em vez de jogar em uma mesa com jeans e camisetas.

Só que nessa mina o Robbie (Tom Hanks) surta, sofre alucinações que está sendo atacado por um monstro, passa mal, etc.

Só que ele pira na batatinha. E pira legal. Ele passa a assumir a personalidade do personagem dele, o clérigo Pardeaux, o tempo inteiro. Anda de manto pela universidade, dá bênçãos, dispensa a namorada por acreditar em castidade e o escambau.

Até que uma noite ele sonha que o deus dele lhe passa uma missão, de ir até as duas torres e encontrar o grande salão. Ele desenha um mapa de um labirinto onde ele escreve The Two Towers e The Great Hall.

E vai embora da universidade.

E, preocupados, os amigos dele começam a procurar por ele, informam à polícia, reviram a mina de ponta cabeça…

Enquanto isso, o Robbie/Pardeaux está vagando perdido por New York. Lá ele é assaltado e, nas alucinações em que ele vive, ele não vê uma pessoa, mas sim um monstro. E, a facadas, acaba matando o cara.

Num momento de lucidez, ele liga pra guria que jogava com ele, desesperado. Sabendo que ele está em NY, o resto do grupo vai atrás dele. Somando 1 + 1, concluem que The Two Towers é o World Trade Center, e vão até lá.

Chegando no topo de uma das torres, eles encontram o Robbie se preparando pra pular. Ok, eles convencem ele a não fazer isso sem grandes dificuldades, mas o Robbie pirou de vez. Ele é tirado da universidade e fica o resto da vida in character.

Enfim, o filme é bem meia boca.

Eu falei ali em cima que o filme foi baseado num livro homônimo. Na verdade existem dois livros sobre o assunto. O esquema é o seguinte: em 1979 um estudante jogador de D&D que desapareceu em Michigan.

O Mazes and Monsters é um livro sobre esse acontecimento, mas é meio fantasioso, dizem. O relato mais fiel também existe em livro, escrito pelo investigador do caso – William Dear – e se chama The Dungeon Master.

O filme é visto como um alerta pros pais sobre os perigos do RPG, na época em que foi lançado estava começando toda aquela comoção dos católicos pregando que o RPG é coisa de satanista, etc.

Enfim, fica o registro desse troço aí. Ah, e um tiquinho do filme para vosso deleite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s